Presidente da República inaugura infraestruturas de água em Nampula

Data: 02/11/2019
 
Torneira Monapo

Nampula, 02 de Novembro de 2019 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, inaugurou, hoje, duas importantes infraestruturas de água na província de Nampula, no âmbito da Visita de Trabalho a esta província.

Trata-se de dois Sistemas de Abastecimento de Água, desenvolvidas no âmbito do Projecto PRAVIDA, nomeadamente, o Centro Distribuidor de Faíta, no Município de Nacala Porto, com capacidade de 30 mil e 200 metros cúbicos de água por dia, o que vai elevar de 12 para 18 horas diárias o período de fornecimento do líquido precioso.

As obras do Sistema de Abastecimento de Água de Nacala, compreenderam a construção e equipamento electromecânica de 10 novos furos, reabilitação de outros nove, edificação de 29,5 quilómetros de condutas adutoras para ligar aos furos, 3 reservatórios e respectivas estações de tratamento.

Há ainda a assinalar a construção de cerca de 121 quilómetros de rede de distribuição, designadamente, 20, 5 quilómetros de substituição nos bairros Maiaia e Bloco 1 e 100,7 quilómetros de expansão nos bairros Ontupaia, Mathapue, Bloco 1, Triângulo, Mocone e Fernão Veloso, num investimento de 7,4 milhões de dólares.

Já a infraestrutura inaugurada em Monapo, tem um impacto directo na elevação de 240 para cerca de 2 mil e 200 metros cúbicos de fornecimento de água por dia, assim como o aumento de 3 para 25 por cento o nível de abastecimento, e o fornecimento de água subiu de 5 para 14 horas por dia.

Este é um sistema integrado no Projecto PRAVIDA lançado no ano passado, cujos resultados são visíveis um pouco por todo o país. Na vila municipal de Monapo regista-se melhorias em 11 bairros, onde o número de fontanários subiu de 8 para 38, servindo um total de 1.925 habitantes. Mas também há assinalar a disponibilidade de água para pouco mais de 25 mil habitantes em todo o distrito.  

Intervindo na ocasião, o Presidente Nyusi afirmou que durante o corrente mês irá percorrer o país para proceder a entrega às populações de sistemas seguras de abastecimento de água á população, tendo dito que tal feito vai influenciar na qualidade de vida, sobretudo, na redução de doenças de origem hídrica.

“A ideia é a provisão de água segura e permanente como condição fundamental para a melhoria da qualidade de vida da população. É por isso que em 2018 lançamos o projecto PRAVIDA no sentido de aumentar o acesso a água e por conseguinte a melhoria da saúde das pessoas”, disse o estadista.