“O nosso desafio é electrificação dos Postos Administrativos” – PR Nyusi

Data: 02/06/2021
 
Lançamento dos Projectos de Gás e Energia de Temane-26

Maputo, 01 de Junho de 2021 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, afirmou que o desafio da sua governação consiste na electrificação de todas as sedes dos Postos Administrativos ainda sem acesso à energia eléctrica, até ao final do mandato, através da Rede Eléctrica Nacional e da instalação de sistemas autónomos alimentados por fontes renováveis, ao mesmo tempo que algumas localidades e povoações se electrificam.

O Chefe do Estado falava ontem na Assinatura dos Acordos de Gás e Energia de Temane, em Maputo, Cerimónia que contou a presença de parceiros nacionais e internacionais que garantiram a exequibilidade do projecto, assim como a sua importância para o acesso universal de energia pelos moçambicanos.

Para o estadista os efeitos macroeconómicos do empreendimento deverão contribuir para os réditos do Estado nas linhas relativas ao imposto sobre a produção de petróleo, o bónus de produção, a partilha de lucros e a tributação de resultados económicos.

“No cômputo geral, traduz a viabilização da ambição do Governo de Moçambique referente a criação e disponibilização massiva do Gás Doméstico, que resulta na disponibilização de energia estável, segura, limpa e económica para os moçambicanos”, disse o Presidente Nyusi.

O Chefe do Estado afirmou ainda que a extracção de recursos naturais e sua transformação dentro do país, assegura o acréscimo de valor, quer pela geração de energia, quer pela produção do Gás de Petróleo Liquefeito.

“O nosso objectivo final é industrializar o país e substituir importações de gás para a cozinha, concorrendo para a redução do défice externo; e, propiciar melhor sustentabilidade do nosso ecossistema em razão da substituição da lenha e do carvão vegetal”, anotou.

Ainda segundo o Presidente da República, a construção de infraestruturas de energia que contempla ainda a geração de energia através da Central Térmica de Temane, num volume equivalente à 450 MW que aumenta a disponibilidade e oferta de energia como um alicerce para a actividade agrícola, industrial, turismo e outros sectores.

“A linha de transmissão que se associa à Central de Temane e liga Temane à Maputo, garante melhor qualidade, fiabilidade e criação de capacidade de reserva por via de redundância no fornecimento de energia eléctrica, e esta nossa visão concorre para o desiderato sob o programa “ENERGIA PARA TODOS”, que se traduz no acesso à energia para as famílias e indústrias Moçambicanas até 2030”, apontou o Presidente Nyusi.

Leia na Íntegra o Discurso do PR