“Democracia colocou Moçambique na trajectória da paz sustentável” – PR

Data: 30/11/2020
 
_DSC4905

Maputo, 30 de Novembro de 2020 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, sublinhou hoje que democracia multipartidária colocou moçambique na trajectória da paz sustentável e criou a perspectiva de desenvolvimento económico, não obstante todo o tipo de vicissitudes.

O Chefe do Estado falava durante a Cerimónia Solene da Comemoração dos 30 anos da Democracia Multipartidária, que se comemorou sob o lema “Celebrando a Constituição Multipartidária e Construindo uma Democracia Inclusiva”.

O Presidente da República destacou ainda que apesar avanços que o país alcançou no âmbito da consolidação da democracia, ainda há desafios prevalecentes para a sua consolidação.

“Há muitas razões para celebrarmos a implantação da democracia multipartidária no nosso país, no entanto, temos de reconhecer que apesar dos esforços empreendidos, as ameaças sucessivas à paz, movidas pela desconfiança em relação às instituições de coordenação eleitoral, a limitação dos direitos e liberdades dos cidadãos e os desafios sociais e económicos, contrastam com os progressos alcançados desde a adopção do modelo democrático” avaliou o estadista.

De acordo com o Chefe de Estado, o país enfrenta ainda outros desafios que devem ser superados, para que os princípios lançados pela Constituição de 1990 e, aprimorados nas subsequentes revisões, sejam plenos, nomeadamente, através da paz efectiva em todo o território nacional.

“Estamos conscientes de que nestes 30 anos, as eleições não constituem o único processo de avaliação da democracia. Mas o sucesso com que temos vindo a realizar os pleitos eleitorais, como país, deve orgulhar-nos porque esta é uma prática já enraizada na nossa cultura democrática multipartidária” disse o Presidente Nyusi, realçando, no entanto, a necessidade de lutar pela sua plenitude.

“A democracia multipartidária plena é ainda um percurso e inacabado. Não podemos vacilar, pelo contrário, devemos sentir-nos encorajados a continuar o nosso caminho para a sua consolidação” frisou o Presidente da República.