Actualidade

Nesta área, podemos encontrar as notícias relaccionadas às actividades realizadas por Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique.

 
Passo de Revista da Força da SADC

Maputo, 09 de Agosto de 2021 - O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, procedeu ao lançamento da Força em Estado de Alerta da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), que abre caminho para o desdobramento das forças dos países da região em Moçambique no Teatro Operacional Norte.

Ler mais
 
PR Nyusi inaugura baragem de Gorongosa

Maputo, 09 de Agosto de 2021 - O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, inaugurou, esta quinta-feira, três infra-estruturas de abastecimento de água na província de Sofala, com destaque para a barragem de Gorongosa, na província de Sofala. Trata-se de uma barragem financiada pelo Governo moçambicano em pouco mais de 327 milhões de meticais.

Ler mais
 
Cimeira Extraordinária da Dupla Troika da SADC-501

Maputo, 16 de Julho de 2021 – O Presidente da República e Presidente em Exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), Filipe Jacinto Nyusi, expressou a sua preocupação e pesar pela perda de vidas e destruição indiscriminada de propriedade durante os recentes protestos na República da África do Sul.

Ler mais
 
Saudação

Maputo, 14 de Julho de 2021 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, dirigiu, hoje, a cerimónia do encerramento do XVII Curso da Guarda Penitenciária, na Escola Prática Penitenciária de Lhembe, no distrito de Moamba, província de Maputo.

Ler mais
 
Homenagem1

Lusaka, 02 de Julho de 2021 - O Presidente da República, e Presidente em Exercício da SADC, Filipe Jacinto Nyusi, disse, esta sexta-feira, em Lusaka, capital da Zâmbia, durante as exéquias de Kenneth David Kaunda, fundador da República da Zâmbia, que a sua contribuição como estadista e o exemplo da sua vida pessoal, serão sempre marcas indeléveis na história da libertação da África Austral e da África em geral.

Ainda na sua intervenção, o Presidente Nyusi, que também participou na qualidade de Presidente em exercício da SADC, elogiou as qualidades de Kenneth Kaunda, afirmando que a organização que preside perdeu um dos seus fundadores, e por isso que o seu povo está em luto. "O povo da África Austral está em luto. A voz do pai da Zâmbia e de um dos percursores da SADC ficou em silêncio para sempre", disse o Presidente em Exercício da SADC.

Para o estadista moçambicano, Kaunda era um homem de Estado que queria acabar com a exploração dos povos pelo colonizador, e por isso trabalhou arduamente para legitimar e apoiar os movimentos de libertação dos países que estavam ainda colonizados após a independência do seu país.

"Não vamos esquecer as suas contribuições no apoio à luta dos povos contra a opressão do colonialismo, e por causa disso a Zâmbia pagou um preço elevado, sofrendo ataques militares como forma de dissuadira sua ajuda aos movimentos de libertação", apontou o Chefe do Estado.

Para o estadista, a forma como Kaunda conduziu a independência da Zâmbia inspirou outros países a lutar pela sua liberdade, citando do Malawi, Maurícias, entre outros, que viram nele um exemplo de libertador no qual se podiam inspirar.

Na sua intervenção, o Presidente Nyusi não deixou de relembrar a contribuição de Kaunda para a independência de Moçambique, tendo apontado que foi em Lusaka onde foram assinados os acordos que conduziram à proclamação da Independência de Moçambique.
"O Presidente Kaunda devotou a sua vida para a libertação da África, e por isso se ofereceu como anfitrião para que Portugal e a FRELIMO assinassem os acordos que conduziram à proclamação da Independência de Moçambique e a vitória do povo moçambicano", afirmou o Chefe do Estado.

Para além do Chefe do Estado moçambicano e Presidente em Exercício da SADC, estiveram na cerimónia, que decorreu no recinto principal de feiras de Lusaka, outros 8 chefes de Estado e de Governo africanos, nomeadamente, do Quênia, Namíbia, Gana, Zimbábue, África do Sul, Botswana, Malawi e Reino do Lesoto.

Estiveram ainda dignitários em representação da Tanzânia, Angola, Etiópia, Nigéria, República Democrática do Congo, Reino Unido e Sérvia, bem como a mais alta representação da Comissão da União Africana, do Secretariado da Commonwealth e do Secretariado do COMESA.

Kenneth Kaunda, nascido a 28 de Abril de 1924, e que morreu aos 97 anos vítima de doença no Hospital Militar de Lusaka, será sepultado numa cerimónia privada a 7 de Julho no cemitério Presidencial.

A Zâmbia declarou luto nacional de 21 dias pelo herói da libertação do país que governou desde 1964, depois que o país ficou independente da Grã-Bretanha, até 1991, altura em que perdeu as eleições para Frederick Chiluba.

Em homenagem ao Presidente Kaunda, o dia 2 de Julho, dia das cerimónias oficiais, e o dia 7 de Julho, o dia em que será sepultado, foram declarados tolerância de ponto.

Ler mais
 
Recepção

MAPUTO, 23 DE JUNHO DE 2021 – Realizou-se, ontem, dia 22 de Junho de 2021, um encontro entre o Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi e o Presidente da Renamo, Ossufo Momade, em que passaram em revista os progressos na implementação do Acordo de Maputo para a Paz e Reconciliação Nacional e discutiram vários pontos importantes que irão consolidar ainda mais o espírito do Acordo no futuro do nosso país.

Ler mais
 
PR na AR- Estado da Nacao 2019 - 1

Maputo, 23 de Junho de 2021 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, endereçou uma mensagem pela passagem do dia 23 de Junho, Dia Internacional da Função Pública, que se comemora sob o Lema Construção da África que Almejamos através da Adopção de uma Cultura Ética que Apoie uma Liderança Orientada por Objectivos no Contexto de Crises”.

Ler mais