PR no Seminário de Capacitação dos Directores das Escolas Secundárias

Data: 27/02/2020
 
PR na abertura do Seminário de capacitacao de Directores de Escolas 4

Maputo, 27 de Fevereiro de 2020 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, dirigiu ontem a cerimónia de abertura do Seminário de Capacitação dos Directores das Escolas Secundárias, que decorre até sexta-feira no Centro dos Estudos da Autoridade Tributária, no distrito de Moamba, província de Maputo.

Esta capacitação, que vai decorrer em todo o país, prevê abranger perto de 700 gestores escolares e visa reforçar as competências dos directores de escolas em matérias de gestão e liderança para a melhoria da prestação de serviços de qualidade.

Na ocasião, o Chefe do Estado referiu que os gestores escolares devem garantir a melhoria da qualidade da educação e, para o efeito, há necessidade de redobrar esforços por parte destes, com vista a obter o sucesso almejado.

“O director da escola é o elo e gestor das relações aluno-professor, professor-comunidade e da relação professores, alunos e as infra-estruturas e mobiliário escolares”, salientou o estadista.

Para o Presidente Nyusi, os gestores escolares devem se sentir comprometidos com os interesses e planos rumo ao desenvolvimento do país, e devem ser activos, vigilantes, pacientes e tolerantes para que tenham sucesso na gestão, frisando que o director da escola deve ser espelho ou modelo perante os alunos, professores e a comunidade.

“Você tem que ser espelho. Se não é, não vai funcionar. O ensino de qualidade depende, em grande medida, da qualidade da liderança e gestão da escola. Nem todo o gestor é líder, mas temos que fazer esforço para cultivarmos os valores de liderança, porque estamos perante pessoas. O director da escola está numa posição privilegiada porque modera relações entre todos os intervenientes da escola. Quando um director comporta-se mal, toda a gente vê e ele perde valor.”- disse o Presidente da República.

Segundo o Chefe do Estado, a escola deve forjar a consciência do cidadão, em torno dos princípios gerais, como amor à pátria, cultura de paz, unidade nacional, democracia, tolerância, diálogo e solidariedade.

O Presidente da República exigiu que os directores deixem claro que a escolaridade até nona classe está isenta do pagamento de matrículas, ao abrigo da recente revisão da lei do Sistema Nacional de Educação, e os professores devem trabalhar de forma acesa no combate à corrupção na educação.