“Admiro muito o esforço do Presidente Nyusi para se chegar a este momento” - Dean Pitman

Data: 20/12/2018
 
PR Recebe Cump Despedida EMB. dos EUA

Maputo, 20 de Dezembro de 2018 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, recebeu, hoje em audiência, no seu Gabinete de Trabalho, o embaixador norte-americano, Dean Pittman, que foi apresentar cumprimento de despedida após três anos a representar o seu país em Moçambique.

Falando à imprensa logo após a audiência, o embaixador americano afirmou que o Processo da Paz em Moçambique está num bom caminho, mas deve se entender que é difícil, porém há necessidade de confiança, e ambos os lados devem dar um gesto de confiança para encorajar o processos em si, reconhecendo que isso leva tempo.

“Admiro muito o esforço do Presidente Nyusi para se chegar a este momento, porque acho que ambos os lados querem a Paz porque sem paz não há desenvolvimento. A paz é a esperança de todo o povo moçambicano e dos países amigos de Moçambique”, afirmou.

Noutro desenvolvimento, e falando da cooperação bilateral, o embaixador americano disse que embora tenha terminado a sua missão como embaixador do seu país, a parceria e a amizade entre os dois países continua forte, afirmando sentir-se muito optimista sobre o futuro de Moçambique.

“Acho que neste momento os Estados Unidos fornecem 500 milhões de dólares por ano para as áreas sociais, com destaque para a educação, saúde, agricultura, ambiente, assim como doing business e este investimento vai continuar e também vai crescer”, disse Dean Pittman.

Para Pittman, com a entrada do funcionamento da indústria do gás, o investimento americano vai ser de longe o maior no país, já que este sector representa uma cifra de cerca de 30 biliões de dólares americanos, e ele vai atrair mais investimento para outros sectores, pois por si só vai provar que Moçambique é um lugar seguro para investir.

Terminando, Dean Pittman disse que o Presidente da República disse-lhe que está satisfeito com a parceria entre os EUA e Moçambique, acrescentando que esta parceria ajuda Moçambique a crescer e quer que continue.

Pittman garantiu ao Chefe do Estado que o seu sucessor vai continuar como parte do Grupo de Contacto no âmbito do Processo da Paz em Moçambique, e que a parceria entre os dois países vai continuar.