“A vossa visita é um sinal inequívoco da nossa irmandade” - PR

Data: 31/10/2018
 
DSC_5868

Maputo, 31 de Outubro de 2018 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, disse hoje que a Visita de Estado efectuada pelo seu homólogo do Botswana, é um sinal inequívoco da irmandade entre o povo moçambicano e tswana, desde os tempos da luta pela liberdade.

O Chefe do Estado falava durante o Banquete Oficial oferecido ao Presidente do Botswana, Mokgweetsi Eric Keabetswe Masisi e comitiva, no âmbito da primeira de Estado que este efectua à Moçambique.

“Os nossos povos não podem viver de história e do que já construímos no passado. Se quisermos honrar este legado, importa que assumamos novos compromissos e acções arrojadas que promovam a nossa cooperação económica, e que dê resultados tangíveis para os nossos povos”, disse o Presidente Nyusi na sua intervenção.

Para o estadista moçambicano, criar novas oportunidades para os empresários dos  dois países nas várias áreas de cooperação, como a pecuária agricultura, transportes e comunicações, turismo, mineração, energia, entre os resultados na melhoria da vida dos povos dos dois países.

“Queremos destacar a estabilidade política, a paz e segurança que temos a  todo custo procurado manter nos nossos países e alegra-nos sobremaneira constatar que o Botswana continua a ser um exemplo no aprofundamento da democracia e do Estado de Direito na nossa região”, afirmou o Chefe do Estado moçambicano.

Para o Presidente Nyusi, Botswana e Moçambique podem ser exemplos de que a democracia é viável em África. “Notamos com esperança que desde a tomada de posse de vossa como Presidente do Botswana se tem esmerado numa forma de estar na governação que poderá permitir que este país dê um salto qualitativo rumo ao progresso”, anotou.

“Continuaremos a trabalhar com Botswana rumo à modernização das nossas economias de uma forma sustentável para os nossos povos e países”, anotou o Presidente da República.

Por sua vez, o Presidente do Botswana agradeceu a hospitalidade do povo moçambicano pela sua forma de receber as visitas, que faz com que os visitantes se sintam excepcionalmente em casa.

“Os nossos pais fundadores, Seretse Khama, do Botswana, e Samora Machel, de Moçambique, sempre estiveram juntos através da Linha da Frente, e este legado hoje nos guia para o desenvolvimento e tranquilidade nos nossos países”, afirmou.

Para o estadista tswana os dois líderes e os respectivos povos têm a obrigação de manter este fogo sempre aceso, através da manutenção da paz, estabilidade e Estado de Direito para todos.

“Os nossos países continuam a crescer e a criar condições excelentes para os nossos povos, através da nossa cooperação, e dos vários acordos que temos, como nas áreas de agricultura e segurança alimentar, o que vai contribuir para o desenvolvimento dos nossos países”, anotou.

Segundo o Presidente Masisi, o Botswana sente-se orgulhoso por fazer parte do Grupo de Contacto para a questão da paz em Moçambique, e congratulou o Presidente Nyusi pela visão e paciência com que tem feito esta difícil caminhada para a paz em Moçambique.