Sáb.23092017

Última actualização:08:43:11 AM

  • Galeria de Fotos

  • Palácio da Ponta Vermelha

  • Portal do Governo

 
Tomada de posse do Presidente do INE Foto de família dos Chefes de Estado e de Governos na 35a Cimeira da SADC PR na 35a Cimeira da SADC tomada de posse do Vice Comandante Geral da PRM e do Chefe do Estado Maior da Casa Militar PR PR PR PR
Palácio da Ponta Vermelha
Back Está em... Home Actualidades Governo mobiliza fundos para água no Inchope

Governo mobiliza fundos para água no Inchope

Inchope, Manica, 05 de Agosto de 2017 – O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, afirmou que o governo moçambicano está em processo de mobilização de fundos para operacionalizar o projecto de abastecimento de água ao posto administrativo de Inchope, distrito de Gondola, na província central de Manica.

O projecto, segundo o Presidente Nyusi, está orçado em cerca de 2.6 milhões de dólares e consiste, entre outros trabalhos, na construção de uma conduta desde a barragem de Chicamba, na mesma província, para a sede do posto administrativo, numa extensão de cerca de 104 quilómetros.

O Presidente da República revelou o facto este sábado, em resposta a um pedido da população de Inchope formulado durante o comício que Nyusi orientou naquele posto administrativo, marcando o último dia da visita de trabalho a esta província, iniciada na última quinta-feira.

“No vosso pedido falaram o problema de água e isso está no nosso projecto. Sabemos quanto vai custar, mais ou menos 2.6 milhões de dólares. Estamos a mobilizar isso juntamente com o Banco Mundial”, disse o Chefe de Estado moçambicano.

Nyusi acredita que o governo vai conseguir resolver o problema, sendo que, com a sua concretização, entre 16 mil a 19 mil habitantes de Inchope beneficiarão de água potável.

Na mesma ocasião, a população pediu também a construção, naquele posto administrativo, de um de uma unidade sanitária de referência dada a demanda que se regista pelos serviços de saúde, tendo em conta que é atravessado por dois importantes corredores, nomeadamente a Estrada Nacional Número Um e a Estrada Nacional Número Seis (EN6), esta última em reabilitação e alargamento, incluindo no ponto de entroncamento entre as duas vias, em Inchope.

Nyusi considerou legítimos os pedidos da população que, segundo ele, tem sabido escolher as prioridades e as canalizar em momento certo.

“Portanto, o vosso pedido é legítimo e também está dentro do nosso projecto”, afirmou o estadista, para quem outros pedidos apresentados no comício merecerão a devida consideração.

“Estrategicamente Inchope é local que precisa de um hospital de referência. É extremamente importante ter esse hospital. Em Inchope há muitos problemas, porque é um entroncamento de estradas. Ocorrem acidentes”, acrescentou, apontando também o mesmo pode tratar doentes em viagem que por ali transitem.

No comício, a população, através de uma mensagem, elogiou o desempenho do Presidente da República, sobretudo, no seu empenho pelo restabelecimento da paz e aumento da produção e produtividade no país.